{Vídeo} Dicas de como organizar os seus sapatos!

E aí, como está sendo o seu final de ano?

Eu nessa semana caí de febre e dor de garganta! 😦

Queria tanto ter deixado uma mensagem aqui para vocês, mas não consegui! Mas chega de história triste e vamos a uma ótima notícia: hoje tem vídeeoo com legenda e resuminho pra vocês! \o

Não se esqueçam de comentar o que acharam, combinado? Quero ouvir vocês! 😉

“Bom, o meu objetivo é tirar todos os meus sapatos da poeira e colocá-los em um local mais protegido.
Separei a última gaveta de uma cômoda e deixei livre para nesses meses que estou na casa da minha mãe, enquanto o meu apartamento não fica pronto,  guardar e organizar os sapatos nela.
Achei coisas que eu nem lembrava que tinha. Tem sapatos separados para algum conserto e sandálias bem sujas por conta da poeira… então separei para lavar.
Achei também meu scarpin vermelho, lindo, que eu nem lembrava que existia, precisou de uma limpeza também.
Lavei aquelas sandálias que podiam ser molhadas e esfreguei bem, com uma escova, água e sabão em pó.
A gaveta eu limpei com Lysoform (eu uso Lysoform em tudo! É uma mania que eu tenho). Ele é um desinfetante. Misturo o Lysoform com um pouco de água e passo com um pano por toda a gaveta.

  • Dica: você pode usar aqueles papéis perfumados para colocar no fundo da gaveta! É uma boa também. 😉
  • Dica2: use sachês perfumados para manter a gaveta cheirosinha! 😉

Para limpar os sapatos e os tênis basta um pano úmido com água, apenas água. Depois você pode usar um pano seco, para não manchar o calçado.
Calçados e gavetas limpos, é chegada a hora da organização! Coloquei um sapato atrás do outro para melhor visualização e aproveitamento do espaço. No vídeo eu falei que ia guardar as sandálias atrás dos tênis, mas preferi ao contrário, deixando as sandálias na frente, porque uso mai. Ficou assim:

100_1732

RESUMO:

  1. Objetivo: tirar os sapatos da poeira e guardá-los em um local adequado, por um curto período de tempo, até eu me mudar.
  2. Dei uma olhada nos meus sapatos e tive uma noção do espaço que eu precisaava.
  3. Lembrei que eu tinha uma gaveta sobrando na cômoda e experimentei colocar os sapatos nela para ver se cabiam.
  4. Coube, então resolvi usá-la!
  5. Voltei aos sapatos e separei aqueles que podiam lavar (sandálias de plástico), os que precisavam ser colocados um pouco no sol (tênis, all star…) e aqueles que são limpos apenas com um pano úmido mesmo (saltos, botas).
  6. Lavei as sandálias com água, sabão em pó e esfreguei com uma escova.
  7. Limpei a gaveta com um pano, água e Lysoform.
  8. Limpei os sapatos com pano úmido e depois com um pano leve e seco.
  9. Com a gaveta seca e limpa, organizei os sapatos um atrás do outro para melhor visualização e otimização do espaço.
  10. Perfuminho! ATENÇÃO: NÃO JOGUE NUNCA O PERFUME DIRETAMENTE NO SAPATO, PODE ESTRAGAR OU/E MACHAR!
  • Dica #1: usar aqueles papéis perfumados para colocar no fundo da gaveta é uma boa ideia e deixa tudo perfumadinho!
  • Dica #2: outra sugestão é usar sachês perfumados para manter a gaveta cheirosa!

Espero que tenham gostado! Não se esqueça do comentário! 😉

Curta a página do Caderno de Organização no facebook!

Um abraço,
Caroline Segovia.

Ser, motivação e organização

E aí, como vocês estão?

Bom, comigo está tudo bem! Eu voltei a trabalhar ontem (sexta-feira). Para quem não sabe, trabalho no administrativo de um grupo e há 7 meses estou de licença por ter sofrido um acidente de trânsito no dia 13/04/2013.

Muitas coisas aconteceram nesses meses em que eu fiquei em casa e ainda estão acontecendo, você pode saber mais lendo a página Sobre aqui do Blog. Eu costumo dizer que eu era uma pessoa antes do acidente, e hoje sou outra. Sem pensar nas dores que eu senti, na preocupação que causei em outras pessoas, do dinheiro que eu perdi, da minha saúde física que foi prejudicada um pouco e algumas outras coisas, é muito bom saber que eu pude aprender com tudo!

Uma das coisas mais importantes foi perceber que nos preocupamos demais com besteiras, sabe? Pelo menos a maioria das pessoas é assim, mas fica tranquilo(a), a culpa não é sua. 😉

Agora, te faço uma pergunta: algum dia na sua vida e escola você teve uma aula de “como ser uma boa filha” ou “como não se estressar no trânsito”? Bom, de todas as pessoas que já me responderam essa pergunta, todas disseram que NÃO.

O Coaching trata muito bem desse assunto, acho que é por isso que eu amo tanto esse método, mas vamos direto ao ponto:

É o seguinte: tudo começa no ser. Se você realmente quer ter sucesso e fazer acontecer os seus maiores sonhos: seja.

A partir de hoje nós vamos entender melhor sobre a organização e a relação que ela tem com a nossa realização pessoal e profissional. Estou estudando bastante sobre neurociência, pnl e terminando a minha Formação de Coaching pela ABRACOACHING.

Coincidentemente ou não, estava procurando uns vídeos para as sessões de coaching que eu dou e encontrei um excepcional! Não pude perder a oportunidade e trouxe aqui para vocês!

Te convido a fazer parte dessa comunidade que quer realmente uma mudança de dentro para fora, eficaz e prática para serem pessoas e profissionais melhores! Você tem um valor inestimável e vai ver isso aqui no Caderno de Organização!

Fiz a transcrição dele aqui para você:

Quando se é pequeno tudo que você deseja se torna bem mais simples do que parece.
Construir o próprio patrimônio, chegar a lua, ter o emprego dos sonhos, viajar pelo mundo…
O engraçado é que você cresce e a maioria desse desejos permanecem com você por muito tempo.
Alguns vão continuar apenas como sonhos, outros podem até virar realidade, mas para isso é preciso que você responda uma pequena pergunta:
O que você quer ser quando crescer?
Astronauta?
Médico?
Bombeiro?
Saber essa resposta não será o fim das suas buscas e sim o seu ponto de partida para várias outras…
É através dela que o seu futuro começa a ser desenhado. É ela que transforma o plano louco em algo totalmente possível.
Comigo não foi diferente, assim como você eu queria o improvável, surpreendente, o inovador!
Fazer o que ninguém mais seria capaz de realizar. Ir tão longe que nenhuma outra pessoa pudesse me alcançar. Ser o descobridor de uma nova era ou quem sabe de um novo tempo!
Na verdade eu queria mesmo era realizar meus desejos e assim como numa brincadeira de criança, conquistar tudo aquilo que parecia improvável.
O trabalho dos sonhos, a família perfeita e porque não, viajar pelo espaço?
Não cheguei a ser astronauta, não fui bombeiro e muito menos médico, mas experimentei o novo, comecei do zero. Fiz de tudo e tudo de uma forma diferente!
Servi a aeronáutica, vendi jornais, verduras e picolé. Trabalhei como ajudante na construção civil, fui operador de produção, pintor e até artesão.
O meu primeiro grande patrimônio não foi nenhum castelo. Vendi muito esterco e metal para adquiri-lo.
Talvez, todas essas funções não me permitiu enxergar mais longe naquele momento, mas com certeza, permitiu-me ter experiência suficiente para crescer com humildade.
Amadurecer, ter responsabilidades, experimentar minha capacidade de empreender para viver e estar a frente do tempo que vivia.
E você? Tem sonhado com o quê? Quais os seus planos para chegar lá?
Ficar parado não vai lhe trazer nenhum resultado inovador.
Não lamente a sua sorte, não tenha vergonha do que faz.
O trabalho é o que transforma você.
Posso te dar um conselho?
Sonhe, experimente, faça o novo! Busque a concretização dos seus desejos todos os dias.
Escolha fazer o que você gosta, não apenas o que lhe trás dinheiro. Ele vira naturalmente através dos seus esforços.
Seja fiel ao seus valores.
Faça com amor e seja o melhor naquilo que faz!
Lembre-se: você é o único responsável pelo seu destino.
Coloque-se sempre em primeiro lugar, ame o próximo na mesma proporção que se ama, somos todos capazes de ser e fazer!
Não deixe que façam por você. Erre, erre de novo e através do erro ganhe experiência.
Não seja tão duro com você mesmo e quando tudo parecer difícil volte a ser uma criança novamente sem nenhum medo de responder aquela simples pergunta:
O que você quer ser quando crescer?

Gostou?

Deixe o seu comentário! 😉

Um abraço,
Caroline Segovia.

Acompanhe as nossas redes sociais:
Facebook | Youtube | Instagram (perfil pessoal) | Pinterest

Leia também:

Organize suas finanças – Desafio Bolsa Blindada

10_parte3

Patricia Lages – Bolsa Blindada

Quem me segue no Instagram (@carolinesegovia) viu que assim que lançou o livro Bolsa Blindada fiz questão de comprar o meu! Cheguei a fazer um post rápido sobre o livro e o blog aqui.

A Patricia é uma fofa e lançou um desafio no seu blog: Desafio 2014 com dinheiro! Ela escreve um desafio por semana com dicas, sugestões e com um jeitinho que só ela escreve!

Todos os desafios estão neste link aqui! Aproveite e comece a blindar a sua vida financeira também! 🙂

O que você REALMENTE quer

CO_pensando

Escrevi um post nessa semana (aqui) e fiquei pensando sobre esse assunto.

Veio a calhar de eu ter uma conversa com um amigo e vim escrever mais sobre. Para entender melhor, leia o post anterior, por favor.

Muitas pessoas dizem que querem ser pessoas diferentes, querem um novo emprego, querem emagrecer, etc. e eu fico pensando se ela quer mesmo. Veja bem: não é o fato de você pensar em alguma coisa que mostra o que você realmente quer; é o que você faz que mostra o que você realmente quer.

  • Um trabalhador diz que o que ele mais quer é ter o seu próprio negócio e ser bem sucedido, mas ele continua naquele emprego, ganha pouco e não faz nada para sair dessa situação. Então, é claro que o que ele realmente quer é continuar pobre. Não há outra explicação para isso.
  • O marido diz que quer ter o seu casamento feliz e viver em paz com a sua esposa, mas ele vive com outras mulheres. Ele pensa que quer um casamento, mas o que ele faz mostra que o que ele quer realmente é ter uma vida sem compromissos, saindo com quem tiver vontade sem dar satisfações a ninguém.
  • Outro exemplo: o filho diz que quer ser um bom exemplo dentro de casa, mas o que ele faz é responder aos seus pais, brigar com os irmãos e não se esforça na escola, logo o que ele quer realmente é ter uma vida livre de responsabilidades.

Note que não importa apenas a sua intenção, mas sim as suas atitudes em relação a ela. Não importa o que você quer, é preciso agir para chegar a realização dos seus desejos.

Esse é um dos motivos para a falta de conquistas e concretizações dos sonhos de muitas pessoas. Será que você tem achado que sabe o que realmente quer?

Analise com o que você tem gastado o seu tempo. Perceba o que você faz e se for necessário, reavalie suas atitudes.

Lembre-se: o que você realmente quer é o que você faz, e não o que você apenas pensa que quer. 😉

Leia também:

Acompanhe o Caderno de Organização nas redes sociais: Fanpage Youtube Instagram

Tenha um bom dia e até a próxima!

O que você quer?

“Eu posso ensinar a qualquer pessoa como conseguir o que quiser da vida. O problema é que não consigo encontrar alguém que possa me dizer o que quer.” — Mark Twain

Muitas pessoas não sabem o que quer. Pede opinião de amigos e parentes, da vizinha, do papagaio e espera uma solução. Vivem uma vida indecisa sem ter um foco. O tempo passa e estão no mesmo lugar – e a tendência é piorar.

Quando você tem um alvo fica muito mais fácil lutar por ele, mas e quando não se tem?

Você vai viver a base do “deixa a vida me levar”?

Vou te dizer uma coisa: isso é besteira. É conversa de preguiçoso. Desculpe-me a sinceridade, mas é a pura verdade.

O que você quer?

– Responda a esta pergunta em relação a cada área da sua vida e escreva as respostas.

Agora, comece o seu futuro.

CO_quotes_doitComece onde você está, use o que você tem, faça o que você pode.

Acompanhe o Caderno de Organização nas redes sociais: Fanpage  Youtube  Instagram

Use a inteligência!

Existe uma anedota sobre a constante insatisfação com a vida:

Quando é jovem: tem tempo e disposição, mas não tem dinheiro;
Quando é adulto: tem disposição e dinheiro, mas não tem tempo;
Quando é idoso: tem tempo e dinheiro, mas não tem disposição.

Quando li isso quase fiquei deprimida! rs

Que vida chata essa, por favor, não existe necessidade disso… Vamos viver de maneira inteligente.

Uii, não gostei mesmo dessa anedota! 

Leia também:

Acompanhe o Caderno de Organização nas redes sociais: Fanpage  Youtube  Instagram

Os nossos planejamentos devem ser reais

Quando estabelecemos projetos, vamos a luta por eles, certo? Pelo menos é o que deveria ser feito.

Mas não é tão simples assim.

Sempre aparecem obstáculos, imprevistos, talvez algumas burocracias, enfim, na maioria das vezes não é fácil chegar ao objetivo. É o que me faz pensar: os nossos planejamentos devem ser reais. Dos maiores problemas que aparecem no caminho, o que mais me deixa nervosa são os imprevistos. Eles me deixam desmotivada e com vontade de largar tudo e sair correndo! Depois dos imprevistos, o que me irrita muito é a burocracia. Quem me conhece sabe muito bem disso, eu fico muito irritada! rs O meu eu perfeccionista grita achando que tudo deveria ser diferente! Acho um absurdo a dificuldade que existe no Brasil para certas coisas, tanta papelada, impostos, atendimento precário, entre outros.

E daí que, adianta ficar nervoso? No meu caso, na melhor das hipóteses, atrasa os meus projetos. Quando não demoro demais e começo a ter pensamentos do tipo: será que eu devo insistir mesmo nisso ou é melhor redefinir minhas prioridades?!

E é aí que mora o perigo. Nada é fácil nessa vida, minha gente! A solução é a perseverança e o planejamento realista.

  • Saber que nem sempre as coisas acontecem da maneira que a gente quer.
  • Ter a consciência de que pessoas que você menos esperava te decepcionam e outras te surpreendem positivamente.
  • Lembrar-se de que nada é mais importante que a sua paz de espírito.
  • Saber que quem tem pressa come cru. Seja paciente.
  • Seja centrado, tenha foco e não desista facilmente (e nem quando as coisas apertarem – seja perseverante!).

Use o planejamento a seu favor:

  • Pesquise sobre o seu alvo.
  • Leia blogs, pergunte aos amigos e não deixe de buscar informações seguras com órgãos especializados, seja para comprar um imóvel, fazer um curso ou adotar um novo animal de estimação. 🙂
  • Certifique-se de que você tem condição financeira para realizar o que quer. Pense em outras alternativas e faça contas, a matemática é nossa aliada. Contas de mais e menos já ajudam! Procure o seu banco se necessário, mas cuidado, não se deixe levar pro tudo que ouve. Muitas vezes conseguimos resolver sozinhos.
  • Se é casado(a), converse com o seu parceiro sobre. Se não, com o seu pai, sua mãe ou alguém de confiança e talvez mais experiente que você. Não precisa falar com muitas pessoas; que seja poucas, mas que valha a pena cada conversa.
  • Escreva os seus projetos em uma folha de papel e liste o que deve ser feito para conquistá-los. Não tenha medo, acredite e seja sincero com você mesmo. 😉

Beijos e até a próxima!

Pode te ajudar:

Acompanhe o blog nas redes sociais: Fanpage  Youtube  Instagram