Desabafo de uma [ex-]perfeccionista

CO_felicidade

Escrevi esse texto outro dia no meu caderno e quis postar aqui para vocês. No título escrevi “Desabafo de uma [ex-]perfecionista” porque esse é o meu objetivo… ser uma ex e não mais perfeccionista! kkkk

Melhorei muito depois que percebi o quanto me atrapalhava. Você pode entender melhor lendo o meu Perfil no menu do blog. 🙂

Esse ano tenho estado um pouco estressada no meu trabalho e não quero deixar isso acontecer [de novo]. Trabalho no setor administrativo/financeiro de um grupo de empresas. Mudamos recentemente o sistema que usamos e ainda não estou muito segura com ele… tenho medo de errar. Não quero e nem posso ficar estressada do jeito que eu estava!

Lembrando das matérias e pesquisas que eu fiz sobre o perfeccionismo, uma forma de vencê-lo é, propositalmente, fazer as coisas de maneira menos organizada, mais prática e sem buscar a perfeição.

Eu estava pensando e me veio à mente que quando eu assisto filmes, vejo revistas e sites com aquelas ilustrações lindas de home offices, cheios de caixas organizadoras, objetos de decoração, tudo em seu devido lugar, super planejados, sempre um mais lindo que o outro… fico com aquela imagem na minha cabeça e muitas vezes ela simboliza o perfeito para mim. Eu esqueço que não é bem assim e quando percebo isso, tenho uma recaída e começo a ficar insatisfeita com tudo o que eu faço e tenho! Acho sempre que eu poderia fazer melhor, e melhor, e melhor… Você já se sentiu assim?

Há uns meses eu estava viciada em um blog – entrava todo dia! Espontaneamente me imaginei no estilo de vida da autora… ela me inspirava e até comprei uns cadernos que ela falou no blog (#alouca por papelaria! hehe). Quando me dei conta de que não sou igual a ela! A minha rotina diária, personalidade e estilo são totalmente diferentes da dela – e a minha conta bancária também! 😛

Temos responsabilidades e prioridades diferentes, ninguém é igual… essa é a graça não é? 😉

Então, lá vai:

Vamos parar de querer ser quem não somos? E de querer ter o que não podemos (ainda) ter?

Olha, não sei exatamente como conseguir isso, mas vou começar sendo mais feliz HOJE!

E você?

Comente! 😉

felicidade– Eu sou responsável pela minha própria felicidade! –

Curta a página do Caderno de Organização no facebook!

Até a próxima,
Caroline Segovia.

Leia também: